domingo, 11 de maio de 2014

Uma espécie de casamento

(em forma de questionário)


1. Uma pessoa recebe um convite para um casamento, que se vai realizar a 10 de Maio...
a) Compra um vestido quente porque sabe que, na Bélgica, em Maio ainda estamos em pleno Inverno.
b) Compra um vestido uma semana antes do casamento, para ter a certeza de que se adapta ao clima.
c) Fica tão feliz por desencantar um vestido de cerimónia baratinho numa loja em segunda-mão, que nem pensa se é de Verão ou de Inverno.
 
2. Um mês antes do casamento, a noiva elogia um bolo de bolacha que fizemos para um jantar familiar...
a) Agradecemos a simpatia e oferecemo-nos para lhe dar a receita.
b) Agradecemos a simpatia e perguntamos em que loja vai fazer a lista de casamento.
c) Nem sequer lhe agradecemos e anunciamos logo que sabemos fazer o mesmo bolo com diferentes sabores. Como não quer a coisa, aproveitamos para propor ajudá-la com o catering como prenda de casamento.

3. Uns dias antes da cerimónia, percebemos que está um frio do caraças...
a) Óbvio, daí termos comprado um vestido bonito e, principalmente, quentinho.
b) Óbvio, foi por isso que esperámos para saber o que era mais adequado comprar.
c) Porra! Agora, só nos resta comprar uma echarpe comprida para não morrermos de frio.

4. Sabendo que a noiva está a contar com a nossa ajuda para o catering
a) Uma semana antes começamos a cozinhar refeições que não se estraguem ou que possam ser congeladas.
b) Encomendamos tudo num restaurante perto de casa, para ter a certeza de que a nossa prenda de casamento será um sucesso.
c) Na véspera, aproveitamos as duas horas em que os miúdos estão no solfejo para irmos às compras numa loja discount ali perto e, à noite, deitamos mãos ao trabalho, gritando ordens à família inteira. 


5. Depois de meia-hora na casa-de-banho para tomar um duche, secar e esticar o cabelo, vestirmo-nos, calçarmo-nos e maquilharmo-nos, estamos prontas…
a) Os homens da casa elogiam o tempo-record e o nosso visual.
b) Os homens da casa dizem que estamos lindas por pura simpatia, já que estão habituados a ver-nos bem arranjadas.
c) Os homens da casa reclamam do tempo que demorámos a ficar prontas; o filho mais velho pergunta o que raio temos nas pernas porque nunca nos viu de collants, o filho mais novo diz que ficamos melhor sem maquilhagem e o nosso amor fica de boca aberta a pensar que lhe roubaram a mulher algures no meio do processo e lhe meteram aquela coisa mascarada à frente.
 
6. Sabendo que o casamento começa às 10h30 da manhã e que ainda temos uma hora de viagem pela frente...
a) Levantamo-nos todos cedo, tomamos um bom pequeno-almoço, vestimos a roupa que já está preparada e saímos a horas.
b) Levantamo-nos todos cedo, tomamos um bom pequeno-almoço, vestimos a roupa que já está preparada e saímos com bastante tempo de antecedência porque ainda temos de ir pôr gasolina e não sabemos o caminho.
c) Acordamos tarde por causa da maratona culinária da noite anterior; mandamos o homem ao supermercado porque nos esquecemos de comprar alface e ensinamos-lhe a fazer rolinhos de salmão fumado, enquanto andamos à procura de uma camisola interior para o mais novo, engomamos as calças que o mais velho insiste em levar e nos arranjamos; saímos 15 minutos antes de a cerimónia começar e vamos o caminho todo a rezar para a gasolina dar para chegar até lá.

7. Ligamos à família a dizer que houve um imprevisto, mas que não se preocupem porque já estamos a caminho com a comida...
a) A família fica muito surpreendida porque isso nem parece nosso.
b) A família fica preocupadíssima a pensar que a única hipótese é teremos tido um acidente.
c) A família diz que escusamos de nos arriscar como de costume a apanhar uma multa por excesso de velocidade, porque de qualquer modo vamos perder a missa.

8. Quando finalmente chegamos à igreja, percebemos que a cerimónia acabou de começar...
a) Claro, outra coisa não seria de esperar de nós.
b) Ficamos muito aliviados e acenamos a toda a gente para mostrar que está tudo bem.
c) Ficamos chateadíssimos porque a desculpa da falta de alface parecia perfeita para escaparmos à missa.

9. Durante a cerimónia na igreja…
a) Seguimos as rezas, cânticos e discursos familiares com enlevo.
b) Participamos com desenvoltura na cerimónia, que ajudámos a elaborar juntamente com as outras mulheres da família.
c) Sentamo-nos quando todos se levantam, levantamo-nos quando todos se sentam; contemos a custo um ataque de riso ao ver a tatuagem que a velhota do lado deve ter feito num dia de bebedeira nos saudosos anos 60; agarramos o filho pequeno pelos fundilhos para não se atirar às hóstias; damos um calduço ao mais velho quando ele comenta que consegue sobreviver àquela encenação toda graças às aulas de teatro.
 
10. Quando chegamos à sala de festas, mandamos a noiva para dentro e atiramo-nos ao trabalho na cozinha...
a) Percebemos de imediato que os pratinhos de diferentes formas estranhas são para servir as entradas.
b) Percebemos de imediato que os dois jovens que foram contratados para servir o catering não são os irmãos mais novos da noiva e não os cumprimentamos com um beijinho efusivo.
c) A nossa mãe percebe de imediato que a echarpe colorida que comprámos para cobrir os ombros porque faz um frio do caraças e que largámos em cima da mesa da copa não é um pano de cozinha e nem lhe passa pela cabeça usá-la para limpar as mãos cheias de azeite.

11. Durante o dia, cada vez que um buffet diferente é servido, nós…
a) Achamos a comida deliciosa e cometemos os excessos típicos dos dias de festas.
b) Comemos educadamente, juntamente com os nossos filhos.
c) Nem nos lembramos de comer porque estamos demasiado ocupados na cozinha e, por isso, passamos o dia com fome (contrariamente aos nossos filhos que comem que nem os bisontes, finalmente livres do nosso olhar castrador).

12. Os noivos prepararam diversas actividades ao longo do dia...
a) Participamos alegremente, somos a alma da festa.
b) Pegamos no microfone para fazer de mestre-de-festas, incentivando os convidados a participar.
c) Somos sobejamente conhecidos por detestar esse tipo de brincadeiras, por isso, os nossos cinco (5) irmãos inscrevem-nos em segredo, à vez, no Karaoque para cantar músicas tão bonitas como o genérico do “Dragon Ball”.

13. Decidimos fazer a nossa boa acção do dia e sentamo-nos ao lado da avó velhota...
a) Ouvimos com agrado pela enésima vez a história de quando tínhamos 15 anos e ela ficou com o nosso porquinho-da-índia durante umas férias.
b) Vemos pela enésima vez as fotografias de todos os netos que ela traz sempre na carteira.
c) Contamos as últimas gracinhas dos nossos filhos aos gritos para toda a sala ouvir e, no fim, quando lhe perguntamos como está, responde-nos que anda muito melhor desde que tem o novo aparelho auditivo.

14. Chegado o momento de provar o tão aclamado bolo dos noivos…
a) Comemos educadamente uma fatia.
b) Cometemos uma loucura e comemos duas fatias, porque finalmente podemos tirar a barriga de misérias já que não somos nós que o servimos.
c) Apesar de termos aguentado estoicamente o dia inteiro até às 23h, esse momento nunca chegou porque fizemos tantos bolos elegantes que a noiva se esqueceu de pôr na mesa o seu próprio bolo.
 

Ó para nós mascarados…

 

Ó para o Vasco a dar show na pista de dança…
 
video

6 comentários:

  1. Isso é que é animação. E estavas muito bonita, obviamente que aí não pode ter sido a hipótese c).

    (os teus irmãos são um espectáculo!)

    ResponderEliminar
  2. Putos cool, e, já agora, não sei se isto te vai soar a elogio ou não (na minha perspetiva, é bom), mas na foto pareces a atriz que faz de Meredith Grey.

    ResponderEliminar
  3. OS PUTOS ESTÃO IRRECONHECÍVEIS DE GRANDES.

    ResponderEliminar
  4. Estão enormes, não estão? Saem à mãe... ih, ih, ih!
    :)

    ResponderEliminar