sábado, 18 de julho de 2015

Viagem a Marrocos - dia 1

(onde se fala de viagens lowcost e de Bosh)

 
  
 
Quando dizia a alguém que íamos passar férias a Marrocos, ouvia invariavelmente um "Ahhhhhh... mas que bem!", que implicava um juízo de valor sobre a nossa capacidade financeira. Ora talvez seja útil referir que já se consegue viajar de modo bastante económico... assim se esteja disposto a fazer as concessões necessárias. Passámos uma tarde (vá, passou o meu amor, que tem muito mais jeito que eu para isso) à frente do computador a fazer simulações de voos em diversas companhias lowcost. Depois de várias tentativas, conseguimos desencantar voos para os rapazes e para mim bastante baratos. E outro para ele, que vinha de Itália. As quatro passagens não chegaram a 400 euros.
 
Começámos por ir de Charleroi a Madrid, muitooo cedo. E, depois, de Madrid a Marraquexe bastanteee tarde. O que podia facilmente ser encarado como uma escala secante de meio dia num qualquer aeroporto sem importância, transformou-se nas nossas mentes curiosas numa aventura. Tínhamos pouco mais de oito horas para conhecermos a capital espanhola. Pronto, o facto de eu já ter estado diversas vezes em Madrid e de falar espanhol, pode ter ajudado. Conseguimos passear, ver o centro e... ir ao Prado! É um dos meus museus preferidos, onde estão os dois quadros que mais amo. Para mim, viajar também é ter oportunidade de dar a respirar cultura aos meus filhos. Quando digo "dar a respirar" é propositado. Porque é muito diferente impingir um museu ou dizer que não posso deixar de aproveitar esta oportunidade para ir namorar os meus quadros favoritos. A curiosidade com que eles estavam à partida era outra... conseguimos entradas gratuitas no Prado, porque os estudantes e os professores não pagam. E fomos até lá a pé, bem entendido. Infelizmente, a "Queda de Ícaro" não estava em exposição, mas ficámos imenso tempo a admirar o "Jardim das Delícias". Eles adoraram. E descobriram novos detalhes que me escapavam. Há lá coisa melhor do que partilhar um encantamento com os nossos filhos?
 
Acabámos o dia estafados, suados, esfaimados. Deixei-os ir ao Burger King para compensar. Estavam mesmo felizes! O voo para Marraquexe fez-se na maior animação, tínhamos passado um dia em grande. o final perfeito foi reencontrar o meu amor no destino final... As férias podem começar!

6 comentários:

  1. Vocês são "um espectáculo"! Lá está, às vezes nem é o que temos ou não temos o "x" da questão, É a forma como se veem as coisas e o que conseguimos fazer com elas.
    (Também gosto muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito do Prado :)
    Boas férias!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Paula. Boas férias para ti também. Espero que tenhas podido reabastecer-te de coisas boas tugas, este Verão. ;)

      Eliminar
  2. Boas ferias! É muito bom fazer o melhor possivel com aquilo que se tem :) bjs grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Daniela! Eu também acho que sabermos viver dentro das nossas possibilidades é das melhores lições que podemos tirar da vida. E apesar de tudo, tentarmos ir sempre mais longe...

      Eliminar
  3. Nada como rentabilizar as viagens ao máximo!

    ResponderEliminar
  4. Nunca se deve subestimar uma mãe, não é, Naná? ;)

    ResponderEliminar